PERSONAGENS PROBLEMÁTICOS QUE EU AMO - Parágrafo Cult

PERSONAGENS PROBLEMÁTICOS QUE EU AMO

Publicado em terça-feira, 7 de abril de 2020

Ultimamente eu tenho percebido algumas coisas com relação aos meus hábitos literários: gosto muito de histórias clássicas e antigas, principalmente com um toque sobrenatural ou que aborde temas mais pesados e que os personagens problemáticos no estilo anti-heróis ou com dilemas morais e etc sempre me atraem mais durante a leitura. 

Atualmente estou lendo o livro O Vampiro Lestat da autora Anne Rice e a cada página me sinto mais e mais apaixonada pelo personagem-título. Sim, esse mesmo que no primeiro livro d'As Crônicas Vampirescas, o Entrevista com o Vampiro (que inclusive eu já resenhei no blog Imersão Literária) nos é mostrado por um ponto de vista em que ele é um louco, um vilão. 

Por conta disso, divagando após a leitura de algumas páginas, me pus a pensar não só sobre o personagem e toda a sua mudança durante o desenvolvimento da série como outros que passam por isso ou que nos são mostrados como incompreendidos e percebi que muitos dos personagens que amo se encaixam nesse quesito. Pois então, trouxe hoje alguns dos meus personagens problemáticos favoritos. Alguns são bem conhecidos, outros nem tanto mas indico a leitura de todos os livros citados. Vou tentar não me empolgar ao falar dos meus "crushes" literários (não consigo me acostumar com esse novo vocabulário adolescente haha) senão o post ficará enorme.

1. Lestat de Lioncourt 
Série: As Crônicas Vampirescas
Autora: Anne Rice
Como já comecei a postagem falando dele, não poderia iniciar a lista sem o próprio. Lestat de Lioncourt é mostrado no livro Entrevista com o Vampiro como um personagem cruel, que gosta da sua vida como vampiro e que atormenta Cláudia e Louis (um personagem depressivo que não suporta o fato de ter que matar para sobreviver). Mas nesse livro, onde vemos toda a história de Lestat, inclusive alguns de seus momentos com Louis, podemos perceber que toda a história tem dois lados e que vai muito além de ser cruel ou gostar de matar. Ele não é um herói, claro. Diria que é algo mais como um anti-herói. Ele é bonito, charmoso, manipulador e em muitos momentos tem uma conduta realmente duvidosa, porém em paralelo a isso, ele é intenso e se doa totalmente quando está apaixonado, alternando entre momentos de maldade e bondade. Vemos isso com o Louis e também com Nicolas, personagem que aparece apenas no segundo livro da série. Ele é, sem dúvidas, um personagem profundo e cheio de camadas das quais os dois filmes adaptados da série (Entrevista com o Vampiro e A Rainha dos Condenados) não conseguiram fazer jus a isso, mesmo a adaptação com o Tom Cruise sendo relativamente fiel e muito boa. Ele adora todo o poder e o fato de ser vampiro e ao mesmo tempo se culpa por gostar disso. É um grande meio termo quando o assunto é decidir se ele é bom ou mal mas mesmo assim, ele consegue te conquistar. Como ele mesmo diz "O mal é apenas um ponto de vista." É impossível falar dele sem exagerar no textão. Resenha que postei no blog Imersão Literária do livro "Entrevista com o Vampiro"..

2. Dorian Gray
Livro: O retrato de Dorian Gray
Autor: Oscar Wilde 
Li esse livro há anos e até hoje ele segue sendo um dos meus favoritos. Não li muitas obras de Oscar Wilde mas Dorian Gray conseguiu me conquistar de uma forma difícil de explicar. O personagem começa o livro como um jovem belo e inocente que vai se perdendo e se corrompendo, se tornando obcecado com sua beleza e com o que pode conseguir através dela. No livro, resumidamente e sem ser um spoiler já que é um dos fatos mais conhecidos de um livro de mais de 130 anos, Dorian basicamente aprisionou a própria alma em uma pintura sua feita por um amigo que era apaixonado por ele. Tudo em troca de permanecer para sempre como o jovem belo que era, para poder desfrutar de uma vida desregrada de prazer, orgias e corações partidos que deixa para trás. Diria que o grande monstro desse livro em si é o Lorde Henry, que envenena aos poucos a mente do jovem Dorian com sua visão deturpada da sociedade e da vida. Ele foi o criador do monstro Dorian. Quando, com o passar do tempo, a consciência de Dorian Gray e percepção da vida vai se aprofundando e ele começa a notar o fundo poço em que se encontra, o protagonista passa a ter conhecimento dos seus erros incorrigíveis. É um livro atemporal e inesquecível, pesado e com mais um personagem cheio de camadas onde você consegue odiá-lo, amá-lo e sentir pena do mesmo, onde você acompanha toda a sua jornada de amadurecimento e decadência ao perceber que não há como fugir do passado e que a vaidade tem um preço caro. Maravilhoso! 

3. Criatura
Livro: Frankenstein
Autora: Mary Shelley
Imagine como deve ter sido: após um capricho de Victor Frankenstein ao brincar de 'Deus', a criatura grotesca à sua frente finalmente ganhou vida. Porém ao invés de sentir orgulho por alcançar seu objetivo, o homem foge por medo e terror, deixando para trás a sua criação, que sem saber onde está ou o que é, se vê abandonada, sozinha e desprovido de amor. 
Frankenstein é uma obra de ficção-científica com muitas mensagens em suas páginas. O "Monstro" real do livro não é a criatura, pois a mesma ansiava apenas por amor, por ser aceita e compreendida. A Criatura, por conta de sua aparência, é evitada por todos os que o veem mas sua dor é maior por conta do abandono vindo do seu criador. Após passar por muito sofrimento, ela decide que se não pode ter a felicidade, então o seu criador também não a terá e a partir daí, começa a transformar a vida de Victor em um inferno. É um livro onde nem a Criatura e nem seu Criador são vilões e onde também é possível ver o impacto causado na vida da criação. Sentimos sua dor e melancolia porém também entendemos o lado de Victor, mesmo no início tendo sentido raiva do personagem. Uma obra muito profunda porém que aos olhos de muito, se resume apenas ao terror que nem é o gênero da mesma. Resenha do livro aqui.

4. Eric Draven 
Graphic Novel: O Corvo
Autor: James O'Barr
Eric é complexo e ao mesmo tempo bem fácil de entender. Perdeu a sua noiva de uma forma cruel e quer se vingar dos culpados. Mas simultaneamente a isso, durante a leitura, percebemos que ele se sente o maior culpado pelo triste acontecimento que presenciou. Queria ter conseguido salvar sua amada, ter feito algo, defendido a mulher que amava. Toda a dor que ele causa não chega perto da sensação que carrega consigo. Porém mesmo que seja na maioria das vezes mostrado como um personagem cruel, vemos que Eric não é assim nos poucos momentos em que conversa com uma garotinha que lhe lembra a sua amada. É um dos personagens mais tristes e melancólicos que já conheci em minha vida de leitora e por isso se tornou um dos mais inesquecíveis. A graphic novel não é sobre vingança e sim sobre perdão, sobre se libertar da culpa. Indico demais! Tem resenha aqui no blog.

Eu poderia citar muitos outros personagens problemáticos que têm um lugar no meu coração, como a Victoria McQueen de Nosferatu ou a vampira Claudia de Entevista com o Vampiro mas essa segunda merece um post todo sobre ela, já que é muito mais profunda do que caberia em um simples parágrafo. 

Gostaram do post ou querem uma parte 2? Conheciam os personagens ou querem resenha de "O Retrato de Dorian Gray" ou de "O Vampiro Lestat"? ME CONTA!

24 comentários:

  1. Oi, Larissa como vai? Muito interessante o post. Apesar de eu querer uma parte 2, eu prefiro que você poste a resenha de "O Retrato de Dorian Gray". Oscar Wilde possui livros maravilhosos não é mesmo! Eu não li esse livro de Anne Rice, mas parece interessante. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do post, entre estes eu diria que gosto do Dorian e Criatura, suas tramas são envolventes e cada uma nos marca de uma maneira.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Muito bacana a ideia da lista.
    Acho que teria uns que eu passaria pano. Vem muito do contexto e background do personagem.
    Ainda não li o da Anne, mas gosto do filme e tipo... Lestat melhor personagem
    A Criatura eu gosto mais do personagem literário. Os das adaptações destoam demais.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari, super original sua postagem, mas não li e conheço pouco dos personagens que citou!


    Beijos Mila
    https://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi
    desses ai só conheço dois personagens Dorian Gray e Frankenstein, os outros nunca tinha visto/ouvido falar.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Amei seu post, não conheço esses personagens, mas acho que a gente sempre se identifica com personagens mais problemáticos, né?

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Não conheciamos, mas adoremos! Queremos parte 2 !!

    Beijinhos :D

    https://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderExcluir
  8. Menina, deixa eu confessar que tb me simpatizo com todos esses personagens, hehe.

    Adorei a lista, faz a parte 2 sim!!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  9. Bem legal os seus crushs.
    Feliz Páscoa!

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  10. A questão não é o personagem ser problemático. Em todos esses teus exemplos, ele foi usado para nos trazer a mensagem. São grandes obras.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Eu adoraria uma part. 2 desse post! Não cheguei a ler nenhum dos livros citados mas me encanta a descrição dos personagens, até me identifico com alguns! Beijosss

    Primavera Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Nunca tinha pensado por esse lado em analisar e ver quais personagens que não são os mocinhos eu curti e gostei.
    Desses que você selecionou eu não conheço nenhuma das histórias mas, amei conhecer alguns novos personagens.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hey Larissa! Tudo bem?
    Atualmente me encontro na mesma situação que você, amando clássicos com um toque de sobrenatural; e Frankenstein é o meu predileto do seu top de personagens problemáticos kkk
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    | Blog Misto Quente |

    ResponderExcluir
  14. Lestat, embora personagem moderno, acabou se tornando "clássico" e é, realmente, instigante.

    Quanto ao Draven, olha... Acho uma HQ superestimada. Não me fisgou. Também não curti o filme. Mas, o público é grande.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Me identifiquei com o primeiro parágrafo do post, tanto que eu sempre me sinto mal por torcer muito mais para os vilões, que geralmente são problemáticos, do que para os mocinhos que são blasé.
    Eu sempre ouvi falar de O Retrato de Dorian Grey, mas ainda não sabia exatamente do que se tratava, e AMEI! Preciso ler.
    Frankenstein está na minha lista de leituras do Kindle, mas eu sempre protelo por que de tudo o que já li sobre a obra, eu a acho triste, como vc mesma disse, não é terror, como muitos acham.
    Traga uma parte dois desse post sim, eu vou gostar!
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  16. MDS Entrevista com o Vampiro!!!!! Heart Attack ♥ ♥ ♥
    Adorei também O retrato de Dorian Gray,parece ser incrível..
    Eu nunca li Frankenstein, sem duvidas deve trazer uma reflexão daquelas que você precisa se hidratar depois hahahh só com seus últimos posts já tenho minha lista de compras renovada

    Até mais, abraços <3
    Deetz Blog| Instagram| Pinterest

    ResponderExcluir
  17. Olá, Larissa.
    Eu não gosto dos problemáticos, sempre sou do time dos mocinhos hehe. Conheço todos os citados e não sou fã de nenhum deles. Acho que só o Dorian que eu fiquei esperando um final feliz para ele hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Entrevista com o Vampiro é T-U-D-O!!E Frankstein é um obra cheia de camadas, concordo plenamente com vc. Dá pra fazer um milhão de reflexões haha
    Nostalgia Barbie

    ResponderExcluir
  19. Não li nenhum desses ainda, mas tenho o Retrato e o Frankenstein aqu, espero ler em breve e me encantar com esses personagens problemáticos tb, vc falou deles com tanto amor!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  20. Eu comecei a ler o post só para dar uma espiadinha nos personagens e acabei lendo-o inteiro kkkkkk. Sua escrita é maravilhosa, tanto quanto seu blog!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Larissa!
    De todas as personagens que apresentaste, conheço o Dorian Gray e, inclusive li há uns dias o grande clássico. E, sim, confirmo. No filme somos capazes de o compreender e, o odiei no livro. Os livros são sempre mais descritivos, certo?
    Beijinhos


    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Com certeza quero uma segunda parte desse post, ele é intenso e interessante demais

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  23. Eu AMO os livros da Anne Rice, li toda as crônicas vampirescas! Sou apaixonada! Fico muito feliz em ver blogs falando desse universo!
    No livro de Dorian, eu gosto mais do Lorde Henry do que o personagem central.

    ResponderExcluir