RESENHA | "ANNE DE CABELOS RUIVOS" de Lucy Maud Montgomery - Parágrafo Cult

RESENHA | "ANNE DE CABELOS RUIVOS" de Lucy Maud Montgomery

Publicado em terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Foto: Acervo Pessoal - Parágrafo Cult

Editora: 
Ciranda Cultural |  Páginas: 319  |  Ano: 2019  |  Gênero: Ficção, infanto-juvenil

Sinopse: Anne é uma pobre orfã que foi enviada por engano para a fazenda de Green Gables, pois os irmãos Matthew e Marilla tinham a intenção de adotar um menino para auxiliar nos trabalhos domésticos. Com pena da pobre garota, os dois resolveram mantê-la na fazenda ao descobrirem que, definitivamente, era uma menininha diferente de todas as outras. Com seus longos cabelos ruivos, seus olhos acinzentados e uma imaginação que lhe permitia viver muitas fantasias, mas que a metia em muitas confusões também, Anne traz reflexões pertinentes sobre os obstáculos da vida de qualquer pré-adolescente. 

Por conta da série Anne With an E da Netflix, eu me apaixonei por Anne Shirley e Green Gables. Não fazia ideia de que se tratava de uma série literária até pouco tempo atrás e quando descobri, já me pus a procurar os livros para poder ler sobre, afinal, queria saber o que aconteceria nas próximas temporadas caso a mesma se mantivesse fiel a obra original.

A senhora Spencer disse que era maldade minha falar desse jeito, mas minha intenção não foi ser má. É fácil demais ser mau sem se dar conta disso, não é? 

Infelizmente a série foi cancelada agora na terceira temporada mas as obras literárias são em torno de 6 ou 7 sobre Anne. O livro é todo focado nela, a garotinha tagarela de cabelos vermelhos, rosto sardento e imaginação fértil. Anne consegue conquistar todos que a cercam. Apesar de ter tido uma vida difícil, a garota se ateve fortemente a sua imaginação fértil pois isso lhe permitia viajar para outras realidades, ser o que quisesse, fugir mesmo que por alguns momentos de onde se encontrava.

 - Bem, não estou certa. - Anne pareceu pensativa. - Certa vez, li em um livro que se a rosa tivesse outro nome, ainda assim teria o mesmo perfume, mas nunca consegui acreditar nisso. Não acredito que uma rosa seria tão agradável se fosse chamada de cardo ou repolho-de-gambá. 

Anne é doce. Um amor de criança com seus onze anos de idade. É bem madura porém ao mesmo tempo é pura inocência. Ela só quer ser amada e ter um lugar para chamar de casa e por conta disso, vai aos céus quando vê que será adotada. Ao menos até perceber que tudo não passou de um engano. Os irmãos Matthew e Marilla já não eram mais jovens e por isso planejavam adotar um garoto para ajudá-los nos trabalhos da fazenda. 

Para Anne, levar as coisas com calma seria mudar sua natureza. Sendo toda "espírito, fogo e orvalho", os prazeres e as dores da vida eram recebidos por ela com tripla intensidade. Marilla percebia , e se preocupava vagamente com isso, dando-se conta de que os altos e baixos da existência provavelmente seriam um fardo pesado para aquela alma impulsiva, mas sem entender totalmente que a capacidade igualmente intensa de ela se deleitar talvez compensasse isso e um pouco mais.

Porém, Matthew, que fora buscar o "garoto", foi completamente fisgado por Anne, que não parava de tagarelar sobre tudo que via. Pronto. Ele fora fisgado ali. Sabia que Marilla, que era bem mais fria do que ele, não aceitaria ficar com uma orfã que fora enviada por engano para a fazenda de Green Gables em Avonlea, porém ele a queria. Já sentia que Anne pertencia a ele e vice-versa. A relação paternal entre Anne e Matthew me emocionou em muitos momentos. O amor de um pelo outro é nítido, cheio de parceria e carinho. Marilla também não fica para trás porém não é tão mole quanto o irmão. Ela é mais rígida e não sabe expressar muito bem o que sente mas em seu coração, não consegue mais se imaginar sem a criança que já amava como filha.

Marilla olhou para ela com uma ternura que jamais teria se permitido revelar em uma luz mais clara do que aquela mistura suave de brilho do fogo e sombras. A lição de um amor que deveria ser demonstrado facilmente com palavras ou com um olhar visível era uma que Marilla jamais seria capaz de aprender. 

A obra toda se passa até Anne fazer 16 anos. Apesar disso, não é um livro corrido. O tempo passa naturalmente e você nem percebe, as passagens de tempo não incomodam. Vemos a garotinha cheia de sardas se meter em muitas confusões por conta de seu temperamento e imaginação fértil, isso se não contarmos também as suas respostas rápidas e impulsividade. Uma das que mais ri, foi quando ela pintou seu cabelo de verde em uma tentativa de deixar os fios pretos, o que acaba fazendo com que Marilla tivesse que cortá-lo já que o mesmo ficara em um estado tão crítico que não tinha mais salvação. 

 - A menina Anne está melhorando constantemente - disse ela. - Eu me canso das outras meninas, pois elas têm uma mesmisse eterna e irritante. Anne tem tantas nuances quanto o arco-íris, e cada nuance é a mais bonita que há enquanto dura. Não sei se ela é tão divertida quanto quando era criança, mas ela faz com que eu a ame, e gosto de pessoas que fazem com que eu as ame. Isso me poupa o enorme trabalho de fazer a mim mesma amá-las.

Apesar de tudo, Anne é só uma criança e portanto, em muitos momentos ela age como uma. Me irritei um pouco com a birra dela com seu colega de classe, o Gilbert Blythe, por ele tê-la chamado de "Cenouras" e puxado uma de suas tranças. Dois anos de birra com o garoto só por conta disso, mesmo ele pedindo desculpas e tentando se aproximar. Ficou bem óbvio que quando ela respondeu a provocação batendo com sua lousa no rosto dele - na época em que o livro se passa, não era comum a utilização de cadernos em sala de aula, e sim de um pequeno quadro-negro por aluno -, Gilbert caiu de amores por ela. Anne amava e odiava com a mesma intensidade, portanto o garoto teve que se esforçar de verdade para conseguir sua amizade. Aqui no livro ele não só é bem mais presente na vida da menina, como seu amor por Anne fica bem na cara desde o início, ao contrário da série. Ele corre bastante atrás dela e quando finalmente consegue seu perdão, vira um querido amigo, do tipo paciente, esperando seu momento e oportunidade de entrar no coração da jovem. Seus cabelos ruivos e sardas a incomodavam muito e isso era algo que ela sempre comentava, sobre o quanto queria que seus cabelos fossem escuros como o de sua amiga Diana ou que suas sardas sumissem e os cabelos ficassem em um lindo tom acaju. 

Gilbert Blythe não estava acostumado a se dar o trabalho de fazer com que uma garota olhasse para ele e fracassar nisso. Ela deveria olhar para ele, aquela tal de Shirley, ruiva e com o queixinho pontudo e olhos grandes que não eram como os olhos de nenhuma garota de Avonlea. 

Falando nisso, a amizade dela com Diana é linda. As duas realmente se amam e em nenhum momento dessa irmandade há algum espaço para inveja ou qualquer coisa do tipo. Uma está sempre tentando deixar a outra bem e isso é muito fofo de se ler. 

O livro não é tão militante como a série, que aborda temas feminismo, racismo e homossexualidade - entre outros tópicos importantes - porém tem seus momentos e quando quer falar sobre algum tema do tipo, isso é feito de forma bem sutil. Não podemos esquecer que a obra original, conhecida como Anne de Green Gables foi originalmente escrita em 1908 e portanto, apesar de ter assuntos muito avançados para a época, ele não é tão atual como na série mas para 1908, ele estava bem a frente de seu tempo. É uma leitura bem leve e gostosa para quem curte o gênero infanto-juvenil. Anne Shirley é uma personagem maravilhosa, inteligente, querida e desastrada, completamente fácil de amar. Mas não nego que não acho que todos os leitores amariam esse tipo de leitura, com muitos momentos parados sobre o cotidiano dela em meio a devaneios infantis.

Nota: 4,5 / 5,0

39 comentários:

  1. Eu adoro a série e quero muito ler algum dos livros, mas ainda não tenho nenhum. Acho a história cativante e já me deparei algumas vezes com essa edição que você tem. Quem sabe em uma próxima promoção...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Larissa como vai? Ótima resenha. Não li esse livro, o que eu li há bastante tempo foi "Anne de Green Gables e achei uma leitura um tanto monótoma, muito embora não seja ruim. Fiquei curioso em relação à esse livro, para compará-lo com original para eu tirar minhas conclusões. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andei vendo os títulos dos livros em inglês e vi que não tem um que se chame Anne de cabelos ruivos. Então acredito q esse é o mesmo livro "Anne de GreenGables".

      Alguém poderia me tirar essa dívida...

      Excluir
    2. Eu também quero muito saber, na amazon esse livro está de 10,90 enquanto os outros vom o titulo "Anne de Green Gables" estão de 40,00 pra cima

      Excluir
    3. Eu também quero muito saber, na amazon esse livro está de 10,90 enquanto os outros vom o titulo "Anne de Green Gables" estão de 40,00 pra cima

      Excluir
    4. É a mesma história, o livro apenas foi lançado com um nome diferente e mais barato. Comprei o meu por 10 reais.

      Excluir
  3. Olá, Lari

    Eu sabia que se tratava de uma série de livros, mas nunca tive interesse de ler pelo fato da protagonista ser bem novinha. Interessante você mencionar que o livro não é tão militante quanto a série, já desconfiava disso devido a época em que ele foi escrito. Imagino mesmo que seja uma leitura gostosa, e pena que a Netflix cancelou a série, visto que ainda há bastante história para contar... quem sabe eles não voltam atrás, né?

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Quero tanto conhecer esses livros!! Parece ser uma história linda e com mensagens profundas!! Já me indicaram bastante, inclusive você haha. Mas prometo que lerei.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  5. Desconhecia totalmente a série

    Sobre: "mas as obras literárias são em torno de 6 ou 7 sobre Anne", acho uma pena quando as editoras nacionais não se organizam para editar logo um box de uma vez, quando o material já está todo disponível na língua materna.

    Sobre: "isso é feito de forma bem sutil" é, sem dúvidas, a maneira mais inteligente de abordar temas oportunos sem ser maçante, estorvante e, por vezes, até meio burro diante do exagero.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li os livros, mas já sabia sobre eles mesmo antes da série estrear. Quando vi a série, me apaixonei de vez. Eu tenho os livros em inglês. Minha lista é imensa, mas eu dia eu leio tudinho, hehe!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas quando eu era criança assistia uns desenhos animados que se chamavam Ana dos cabelos ruivos! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  8. Oi Lari!
    Eu quero muito assistir a serie esse ano. Confesso que o livro em si nao me atrai, mas tenho vontade de conhecer a protagonista pelo tanto que o pessoal fala.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Tenho vontade de começar a assistir essa série, nem sabia também que era baseada em livros, ótima dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Só conheço a Série que nem sabia ser baseada em livros.
    Na série a personagem chega a ser chata de tanto que fala.
    Bjs,

    ResponderExcluir
  11. Confesso que não fiquei com vontade de assistir Anne With an E, tenho a impressão de que a série é "fofa demais" pra mim hahahaha, mas só vi elogios, isso é bom!
    Fiquei sabendo dias desses que na verdade a história são livros, muito legal.
    Adorei você falar sobre os livros da série, e inclusive achei a capa bem linda!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Larissa!
    Terminei a terceira temporada da série recentemente e com bastante dor no coração por ter sido cancelada.
    Quero muito conferir essa série de livros, pois também me apaixonei pela Anne.

    Beijos
    Construindo Estante || Instagram

    ResponderExcluir
  13. Oi Lari, tudo bem?
    Apesar de não assistir à série, sei que é muito amada por muitos. Fico triste que acabe sem um final bacana, com uma conclusão digna de fechar a história da Anne.
    Sobre o livro, achei bem interessante e acho válido o que você pontua de que foi escrito em outra época, mas ainda assim toca em pontos importantes com sutileza.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Oi Larissa.
    Eu conhecia esse livro através da série e sinto cada vez mais vontade de ler. Ainda mais por se tratar de uma criança e ver ela reagindo a tudo que lhe acontece.
    Amei a resenha, só me deixou mais curiosa.
    Beijos.
    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  15. Nunca li, mas vou tomar nota!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  16. Eu tentei ler o primeiro livro, mas acabei abandonando. Não sabia da edição dessa continuação (?), mas achei a capa linda.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  17. Menina eu li ano passado depois de ver a série e assim como você foi uma leitura muito boa, ainda mais lembrando que foi escrita anos atrás, os assuntos pra mim são polêmicos sobre a homossexualidade, o poder feminino, e até mesmo o racismo. Embora fosse divertido e muito legal acompanhar a trajetória da Anne, achei que foi muito arrastado, lento, quase parei a leitura. Mas o final compensou, o final foi perfeito pra mim, estou apaixonada e querendo ler os outros da série, muito ansiosa pra ver como ela vai ser no amor haha
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  18. Apesar de ter visto muitos comentários positivos sobre a série, ainda não a assisti. Ainda não conhecia esse livro, mas fiqueo bem curiosa para conhecer! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  19. Oie,
    Vi muita gente falando bem da série da netflix, mas não assisti. Sabia da existência dos livros, mas não sabia que eram tão antigos.
    Achei a capa muito bonita e simples.
    Beeijoo!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
  20. Não sei se eu ia gostar desse livro justamente por causa dos devaneios, pois prefiro livros que tenham um ritmo mais rápido. Mas, pra mim valeu a dica para uma leitura mais despretenciosa.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  21. Oi Larissa,
    Essa edição está tão lindinha! Estou de olho na da Gutenberg e da Martin Claret.
    Assisti a primeira temporada da série na Netflix e agora quero arriscar os livros também!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro está na minha lista de desejados e estou simplesmente loooooouca pra ler! Seus comentários a respeito me fizeram desejar a leitura ainda mais...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Confesso que eu soube a pouco tempo que a série era baseada em livro e ainda nem vi a série, mas todos dizem ser muito boa. Me pareceu que o livro é bom, espero ler alguma hora.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  24. Oi Lari,

    Eu assisti a primeira temporada da série e amei! A Anne é maravilhosa. Um pena que cancelaram nessa terceira temporada.
    O livro eu ainda não, mas quero ler com certeza!

    Bjs,

    Bom fim de semana!
    Jéh Diário dos Livros
    http://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Essa menininha é mesmo um doce de pessoa. Apesar de não ter assistido a série, confesso que olho para ela e simpatizo de cara... vai entender... rs
    Os livros estão na minha lista de desejados tem tempo, que só aumenta... rs
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  26. Oi
    que bom que gostou da leitura, eu adoro a serie e quero muito ler os livros, assim que possível quero comprar os livros,

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Olá, Larissa!
    Parece que o seu ano não poderia ter começado melhor com um livro que tenha gostado muito.
    Não conheço o livro, mas achei a capa muito fofaaa *.*
    Beijinhos


    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Hey Larissa! Tudo bem?
    Eu morro de vontade de conhecer o universo literário de Anne, amo a série demais e sua resenha só me deixou mais curiosa ainda.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    | Blog Misto Quente |

    ResponderExcluir
  29. Olá! eu curto o gênero, estou super ansiosa para ler esse livro, já estava na minha lista de leitura faz tempo mas, ainda não tive a oportunidade de ler. Quero demais o exemplar. Gostei muito da sua resenha e sei que a história é maravilhosa.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Eu só conheço a série, mas também não cheguei a assistir. Mas me parece uma série muito boa
    Charme-se

    ResponderExcluir
  31. Eu amo muito essa série e espero que mudem de ideia e produzam mais.
    A Anne me fez odia-la e depois cai de amores
    Amei a resenha
    Beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Eu já imaginava que nos livros, por causa da época em que foram escritos, os assuntos seriam abordados de maneira mais leve do que hoje (mas, para aquela época, pouco já era muito). Ainda não superei o cancelamento da série e quero muito comprar os livros para ler e entrar ainda mais no universo de Anne. Só não sei se estou preparada para 6 volumes (sem contar os spin-offs)! kakaklkk

    Au revoir ♡
    Tecer Flores e Cheirar Livros

    ResponderExcluir
  33. Esse livro é o mesmo Anne de Greengables??
    Vi na internet que tem essas dois títulos em português...se trata do mesmo livro?
    Pq pelo que andei vendo na internet os títulos em inglês, não existe "Anne de cabelos ruivos" na sequência original.
    Me corrijam se eu tiver errada...
    Obrigada

    ResponderExcluir
  34. Que livro lindo..não sabia da existência dele! Eu comprei Anne de Green Gables e quero ler logo! ♥

    ResponderExcluir